Monção e Melgaço
um terroir, uma marca...

Quinta da Cheira
vinhedos próprios

HISTORIAL

Conheça a nossa história


Uma Valsa e um Vinho, sempre pedem um Bis.

A Quinta da Cheira está localizada na freguesia de Mazedo a 100 metros do Palácio da Brejoeira. devido a exposição solar e microclima desta região em 1990 foi plantada a primeira vinha, possui vinhedos próprios, com uma área de pequena dimensão, em cordão simples. A seleção de porta enxertos, a estrutura geológica do terreno, o microfilma a tipicidade da casta Alvarinha, e a realização de mini vinificações foram fundamentais na aquisição da experiência necessária à criação em 1997 da marca de vinho Verde Quinta da Cheira Alvarinho.

Com uma quase artesanal filosofia de produção, limitamos a nossa produção para atingir uma notável qualidade e apesar da dimensão familiar desta exploração vitivinícola, é importante referir que os nossos vinhos, mantêm o paladar original da casta Alvarinho, minimizando modificações artificiais. Graças à combinação de métodos tradicionais de produção, equipamentos modernos e um terroir ideal, obtemos excelentes vinhos com classe e elevado valor. Vinhos premium, complexos e persistentes, que não saturam e convidam a repetir. Vinhos que ao contrario dos restantes verdes, podem-se guardar por mais de 5 anos.
Os nossos vinhos têm uma estrutura mineral, característica da terra e da região montanhosa banhada pelo rio, com um micro clima que lhe confere características muito próprias. Graças a essas qualidades todos os nossos vinhos são atraentes para os diferentes consumidores que procuram um nectar distinto e fresco.

Com aroma frutado e delicado, o bom corpo resultante do seu extrato seco e a persistência do sabor na boca são qualidades que sobressaem quando bebido a uma temperatura de 10 a 12ºC. O vinho Alvarinho colhido exclusivamente na Região de Monção e Melgaço tem na Quinta da Cheira um dos seus mais ilustres representantes, reconhecido não só em Portugal como no Estrangeiro com vários prémios.

"Nas vitórias é merecido,

mas nas derrotas é necessário"

PRODUTOS

Conheça os nossos produtos


Quinta da Cheira Alvarinho

Região: Monção e Melgaço
Castas: Alvarinha 100%
Solo: Origem granítica
Produzido por: Carlos Machado
Aceitável para Consumo: Nos próximos 10 anos


Álcool: 12.5% vol
Acidez Total: 6,6 g / l
Açucares Redutores: 1,5 g / l
PH: 3,45
Dióxido de enxofre livre: 30 g / l

O Quinta da Cheira Alvarinho 100% DOC Monção e Melgaço é um vinho feito das uvas produzidas na Quinta da Cheira de 5 parcelas de terreno diferentes, onde tem videiras novas, idade média e com mais de 20 anos. As uvas depois de colhidas, são transportadas em caixas de 20kg, de seguida são prensadas para obter um mosto de grande qualidade. O mosto é clarificado a 12º C durante 24 horas e fermentado a 18º C durante 15 dias. Depois de engarrafado sofre um estágio de 3 meses.

É um vinho fresco, equilibrado, aromático, frutado e delicado, com um gosto clássico. O bom corpo resultante do seu extrato seco e a persistência do sabor na boca, são qualidades que sobressaem quando bebido a uma temperatura de 10 a 12º C.

Um vinho que pode ser servido como aperitivo e para acompanhar mariscos, pratos de peixe e carne branca.

Garrafa: Bordalesa Prestigio 0,75 cl.

Caixas: 6 garrafas
Medidas: 23cm x 15,5cm x 33,5cm
Peso: 7,5kg

Palete: 100 caixas
Medidas: 120cm x 80cm x 150cm
Peso: 800kg

Quinta da Cheira Reserva

Região: Monção e Melgaço
Castas: Alvarinha 100%
Solo: Origem granítica
Produzido por: Carlos Machado
Produção: Limitada e selecionada
Aceitável para Consumo: Nos próximos 10 anos


Álcool: 13% vol
Acidez Total: 6,8 g / l
Açucares Redutores: 1,5 g / l
PH: 3,45

O Quinta da Cheira Reserva Alvarinho 100% DOC Monção e Melgaço é um vinho feito das uvas produzidas na Quinta da Cheira com mais de 20 anos. A vendima é mais tardia, as uvas são transportadas em caixas de 20 kg, as uvas são selecionadas e de seguida são prensadas para obter um mosto de excelente qualidade. O mosto é clarificado a 12º C durante 30 horas e fermentado a 15º C durante 20 a 30 dias, permanecendo nas borras finas com batonnage periódica por 6 meses. Depois de engarrafado sofre um estágio em garrafa de 3 a 6 meses, dependendo da sua evolução.

É um vinho que tem um aroma complexo e mineral, mas na boca vinho fresco, aromatizado, encorpado, equilibrado e com grande complexidade gustativa, definindo o paladar da casta.

Um vinho que pode ser servido como aperitivo e para acompanhar mariscos, pratos de peixe e carne branca.

Garrafa: Bordalesa Prestigio 0,75 cl.

Caixas: 6 garrafas
Medidas: 23cm x 15,5cm x 33,5cm
Peso: 7,5kg

Palete: 100 caixas
Medidas: 120cm x 80cm x 150cm
Peso: 800kg

VINHAS/ADEGA

Conheça a nossa quinta


Vinhas

Quinta Da Cheira está composta por várias parcelas de média dimensão, onde a única variedade existente é o Alvarinho. O terroir está dividido em duas seções. A primeira, a da vinha velha de onde provem a categoria Reserva, mantem as características mais autênticas da Casta Alvarinho. A segunda inclui as restantes vinhas de meia-idade que, graças ao nosso cuidado continuado, mantêm a essência do Alvarinho e dão mais frescura ao vinho.

Estas duas técnicas de cultivo (antiga e meia-idade) permitem-nos produzir as uvas que dão origem aos nosso vinhos, conhecidos pelo seu equilíbrio, Ph, acidez, frescura, volume na boca, e fruta. fruta.
A manutenção da vinha é realizada com análises anuais, evitando assim a aplicação de produtos desnecessários ou em demasia. A vindima é agora realizada segundo o resultado da recolha semanal de uvas, para verificação do grau, acidez e pH.

O facto da Região de Monção se encontrar numa zona privilegiada, com um solo e um microclima especial, favorável ao cultivo da vinha, constitui a principal razão que a levou à produção de um néctar como o "Alvarinho" que se impõe na gama dos vinhos nacionais e estrangeiros. Só em Monção e Melgaço, o vinho "Alvarinho" apresenta condições de acentuada distinção. Aqui ele manifesta qualidades que o distinguem, perfeita e facilmente, de todos os outros (brancos e tintos) da Região dos Vinhos Verdes. Razões naturais de microclima e solo fizeram desta região o berço do Alvarinho.

Casta branca de alta qualidade, é a mais nobre das castas de uvas da Região Demarcada dos Vinhos Verdes, é recomendada na Região de Monção e Melgaço como casta estreme para a produção de vinho com Denominação de Origem Alvarinho. A casta Alvarinho é branca, de cacho pequeno, bago miúdo e baixo rendimento, que não tem tanto sumo como outras tornando-se este, o segredo da sua concentração, densidade e o seu elevado preço no produto final.

Cada produtor dá igualmente ao seu vinho um cunho pessoal que contribui para uma maior diversidade no universo dos vinhos Alvarinhos. O vinho Alvarinho é assim um vinho branco, de paladar fresco, de cor citrina e de aroma delicado, tem um carácter requintado, que o torna um dos melhores vinhos do mundo.



Adega

A Quinta Da Cheira na procura de melhorar a qualidade dos seus vinhos ao longo do tempo levou a que a sua adega tenha sofrido uma evolução. No inicio dos anos noventa tinha uma prensa manual e barris em madeira onde a fermentação era difícil de controlar recorrendo a chuveiros de inox.

Na actualidade a adega está equipada com controlo de vinificação e engarrafamento, mantendo sempre a qualidade das uvas. Apesar da dimensão familiar desta exploração vitivinícola, é importante referenciar que a sua elaboração recorre a métodos tradicionais e equipamentos modernos.

A adega está dividida em três partes:

  • Recepção de uvas, desengace, prensagem e vinificação em inox
  • Estagio das garrafas, rotulagem e embalagem
  • Armazém

A Vida é curta demais,

para beber vinho de má qualidade.

Hubrecht Dujker

GALERIA

A nossa quinta e os nossos prémios


O empenho retribui,

com companhia Nobre

CONTACTOS

Envie-nos uma mensagem


Morada

Quinta da Cheira
Carlos Machado, Rua da Regada nº215
4950-295 Mazedo, Monção


Coordenadas

LAT. 42.04674716
LON. -8.48582804
ALT. 75m


Contactos

Tel. +351 919 130 259

LOCALIZAÇÃO



© 2016 Quinta da Cheira. Todos os direitos reservados.